23 de Julho de 2009
Quero encaminhar essa notícia para...

Publicada em 20/09/21

Campanha Pede Veto De Governador

Ação busca apoio da população para barrar projeto de lei em MG

Com outdoors, comerciais na TV, rádio e redes sociais, startup mineira Buser lançou uma campanha em busca apoio da população para barrar o que considera um retrocesso no estado, caso o PL 1.155 vire lei, O texto em votação restringirá a liberdade de escolha da população e prejudicará diretamente a atuação da Buser e de 2 mil empresas fretadoras do estado.

Os spots no rádio alertam que os passageiros poderão ser obrigados a pagar mais caro para viajar de ônibus. A intenção é buscar o apoio dos mineiros para fortalecer a mobilização pelo veto do governador Romeu Zema (Novo) ao projeto de lei que foi aprovado na Assembleia Legislativa semanas atrás, após pressão dos grandes empresários de ônibus de Minas.

Maior plataforma de fretamento colaborativo, que já conta com mais de 4 milhões de clientes em todo o País, a Buser também investiu em outdoors em cidades do interior de Minas e no impulsionamento de postagens nas redes sociais com a hashtag #VetaZema. Também lançou o site www.buser.com.br/busao-livre-mg com mais informações sobre o projeto e o impacto negativo se a proposta for sancionada.

A Buser ressalta que a mudança vai causar uma perda na arrecadação estadual de R$ 100 milhões em impostos ao inviabilizar a circulação de cerca de 10 mil ônibus em Minas. Só no setor de turismo e viagens, fortemente afetado pela pandemia, o prejuízo econômico pode chegar a R$ 6,2 bilhões com o PL 1.155. Mais de duas mil pequenas e médias empresas serão prejudicadas diretamente, além de colocar em risco mais de 50 mil empregos.

Jorge Luiz Mussolin